Atenção ! A clínica móvel Dr. Orlando Filho fará atendimentos odontológicos nesta quinta-feira

Chegou em nossa cidade a CLINICA ODONTOLÓGICA MÓVEL, Não perca essa oportunidade para cuidar da sua saúde bucal.

A CLINICA ODONTOLÓGICA MÓVEL oferece diversos serviços com PREÇOS POPULARES, confira:

  • Restaurações;
  • Limpezas
  • Extrações
  • Próteses
  • Clareamento
  • Aparelhos ortodônticos

A CLINICA ODONTOLÓGICA MÓVEL oferece todos os serviços com preços populares. Os atendimentos estão sendo feitos em PARCERIA com o SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS.

Atendimentos nesta QUINTA-FEIRA (09), com inicio às 08:00 horas.

AGRADECE DR. ORLANDO FILHO

FONE DE CONTATO: 98239-0281

Adolescente de 14 anos mata colega de escola em Pio XII

A Polícia Civil da cidade de Pio XII, a 265 km de São Luís, investiga o assassinato de uma adolescente de 15 anos e estudante da Unidade Escolar José Alencar, na zona rural da cidade. Ela foi vítima de uma facada na altura do pescoço quando voltava para casa na noite desta terça-feira (7).

Testemunhas e a polícia apontam que uma outra estudante da escola, de 14 anos, cometeu o crime por volta das 21h. Ela teria saído primeiro da aula, esperado a vítima sair da escola e depois a atacado em uma estrada. A vítima foi socorrida, mas morreu a caminho do hospital.

“Nunca tínhamos ouvido falar de alguma desavença entre as duas porque sempre a gente acompanhava as duas no horário em que elas estudavam”, afirmou Maria de Fátima, diretora da escola José Alencar.

Segundo a polícia, a adolescente que cometeu o crime desapareceu e ainda não foi encontrada. As primeiras informações indicam que o assassinato teria acontecido por causa de um trabalho escolar.

G1 Maranhão

Eleições 2018: TSE autoriza envio de Força Federal para Nova Olinda do Maranhão e mais 71 municípios maranhenses

Faltando dois meses para o pleito eleitoral de 07 de outubro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o envio de Força Federal para quatro estados brasileiros, entre eles o Maranhão.

A decisão foi tomada na noite de terça-feira (07), quando o pleno do TSE, no sentido de garantir o livre exercício do voto, bem como a normalidade da apuração dos resultados das Eleições Gerais 2018. Além do Maranhão, foram autorizadas envio de Força Federal para o Piauí, Rio de Janeiro e Acre.

Os pedidos de requisição foram formulados pelos juízes das Zonas Eleitorais das respectivas Unidades da Federação. Os Tribunais Regionais Eleitorais, por sua vez, encaminharam ao TSE a relação das localidades nas quais se faz necessária a atuação da Força Federal.

Só no Maranhão, serão 72 municípios, dos 217, que irão receber o apoio da Força Federal. O Maranhão só perder para o Piauí, já que serão 114 municípios piauienses que irão receber o reforço.

As solicitações aprovadas serão encaminhadas ao Ministério da Defesa, órgão responsável pelo planejamento e execução das ações empreendidas pelas Forças Armadas.

Veja a lista completa:

Água Doce do Maranhão, Alto Alegre do Pindaré, Amapá do Maranhão, Araguanã, Araióses, Axixá, Belágua, Benedito Leite, Bequimão, Boa Vista do Gurupi, Bom Jesus das Selvas, Buriti, Buriti Bravo, Buriticupu, Cajapió, Cândido Mendes, Centro do Guilherme, Centro Novo do Maranhão, Chapadinha, Colinas, Coroatá, Cururupu, Esperantinópolis, Fortuna, Governador Luiz Rocha, Governador Newton Bello, Governador Nunes Freire, Grajaú, Humberto de Campos, Icatu, Itaipava do Grajaú, Jatobá, Junco do Maranhão, Loreto, Maracaçumé, Maranhãozinho, Mata Roma, Matões do Norte, Mirador, Miranda do Norte, Nova Iorque, Nova Olinda do Maranhão, Pastos Bons, Pedro do Rosário, Penalva, Peri Mirim, Peritoró, Pinheiro, Pirapemas, Presidente Sarney, Primeira Cruz, Santa Filomena do Maranhão, Santa Luzia, Santa Luzia do Paruá, Santa Quitéria, Santa Rita, Santo Amaro, São Benedito do Rio Preto, São Domingos do Maranhão, São Domingos do Azeitão, São Félix de Balsas, São João Batista, São José de Ribamar, São Luís, São Mateus, São Vicente Férrer, Senador Alexandre Costa, Sucupira do Norte, Tuntum, Turiaçu, Urbano Santos e Zé Doca.

Blog do Jorge Aragão

Ajax e Vila Iracy decidem sábado (11) a Taça Cidade de Nova Olinda

As equipes do Ajax e da Vila Iracy decidem no próximo sábado (11) a edição de 2018 da Taça Cidade de Nova Olinda do Maranhão.

Nas semifinais da competição, realizadas no último final de semana, o Ajax garantiu vaga na grande final ao buscar o empate em 2 x 2 contra o NOEC. O Ajax conseguiu empatar de forma heroica.  O NOEC chegou a abrir 2 x 0 na etapa inicial.

A equipe do Ajax jogava pelo empate, por ter feito melhor campanha na fase de classificação.

A equipe da Vila Iracy conseguiu vencer a equipe do Real Madri por 3 x 1 e garantiu também sua vaga na final. O Real Madri jogava pelo empate, porém não segurou a equipe da Vila Iracy.

Ajax e Vila Iracy em 2017 conquistaram os dois principais títulos do futebol de Nova Olinda do Maranhão. O Ajax é o atual campeão da Taça Cidade e vai defender seu título.

A Prefeitura Municipal de Nova Olinda do Maranhão, através da Secretaria Municipal de Esportes e Juventude (SEMEJ) prepara uma grande festa para essa final.

A final da Taça Cidade de 2018, será realizada no próximo sábado (11) às 15:50 horas  no estádio municipal Mangueirão.

 

Lei Maria da Penha completa 12 anos com altos índices de violência

A Lei Maria da Penha criada em 7 de agosto de 2006, para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher, completa nesta terça-feira, 7, doze anos.

Apesar da conquista histórica no âmbito judicial, na prática, as mulheres não se sentem seguras, e sofrem com o medo e a violência no dia a dia.

Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, uma mulher é agredida a cada cinco minutos.Em 2017, 12 mulheres foram mortas por dia, um aumento de cerca de 6,5% em relação a 2016.

Um caso recente, teve repercussão na mídia e nas redes redes sociais. A advogada Tatiana Spitzner foi agredida pelo marido, o professor Luis Felipe durante 15 minutos, e por fim jogada do terceiro andar. Boa parte da violência foi gravada por câmeras de segurança do prédio, mas nada foi feito.

Casos de feminicídio, como é chamado o assassinato de uma mulher pela condição de ser mulher, no contexto de violência doméstica e familiar, aumentaram em todo país.

No entanto, segundo a Secretária de Segurança Pública do Maranhão, 80% dos casos de feminicídios foram elucidados no estado, no primeiro semestre de 2018.

Com tantos casos de violência não tem muito o que comemorar neste aniversário da Lei Maria da Penha. É necessário aprimorar a lei, e criar mais ferramentas que protejam a mulher da  violência diária e crescente.

Fonte: Portal Guará

Justiça do Maranhão autoriza saída de 664 detentos para o Dia dos Pais

A 1ª Vara de Execuções Penais da Comarca da Ilha de São Luís divulgou uma portaria autorizando a saída temporária de 664 detentos para visita aos familiares em comemoração ao ‘Dia dos Pais’. A saída ocorre a partir das 9h desta quarta-feira (8) e o retorno será até às 18h da próxima terça-feira, dia 14.

Os beneficiados devem se recolher às suas casas até as oito horas da noite. Os beneficiados também não poderão se ausentar do Maranhão e nem frequentar festas, bares e similares.

Lei de Execuções Penais

De acordo com o Tribunal de Justiça do Maranhão, a Lei de Execuções Penais (LEP), de 11 de julho de 1984, trata do direito do reeducando (condenado e internado) nas penitenciárias brasileiras e da sua reintegração à sociedade. Sobre a saída temporária de apenados, o artigo 122 dispõe:

“Os condenados que cumprem pena em regime semiaberto poderão obter autorização para saída temporária do estabelecimento, sem vigilância direta, nos seguintes casos: Visita à família; Frequência a curso supletivo profissionalizante, bem como de instrução do 2º grau ou superior, na Comarca do Juízo da Execução; Participação em atividades que concorram para o retorno ao convívio social”.

Já o artigo 123 versa que “a autorização será concedida por ato motivado do juiz responsável pela execução penal, ouvidos o Ministério Público e a administração penitenciária e dependerá da satisfação dos seguintes requisitos: Comportamento adequado; Cumprimento mínimo de 1/6 (um sexto) da pena, se o condenado for primário, e 1/4 (um quarto), se reincidente; Compatibilidade do benefício com os objetivos da pena”.

G1 Maranhão

Mais de 147 milhões de eleitores estão aptos a votar

O Tribunal Superior Eleitoral traçou um perfil do eleitorado brasileiro neste ano. Os dados foram divulgados pelo presidente do Tribunal, ministro Luiz Fux. Em outubro, serão 147 milhões de pessoas, ou 70% da população brasileira – aptas a expressar no voto quem atende aos seus anseios. Serão 4,5 milhões a mais do que em 2014.

São Paulo ainda é o maior colégio eleitoral, com mais de nove milhões de pessoas. O menor colégio é em Serra da Saudade, em Minas Gerais. No país, as mulheres são mais de 52% por cento do eleitorado.
Antes dos 18 anos e depois dos 70, o voto é facultativo. Neste ano haverá menos adolescentes votantes em relação às últimas eleições e mais idosos do que quatro anos atrás.

Pela primeira vez, transexuais e travestis terão o nome social respeitado no título de eleitor: serão mais de seis mil pessoas que terão esse direito garantido. Além disso, quase um milhão de eleitores declararam ter alguma deficiência ou mobilidade reduzida e vão contar com salas acessíveis. Para isso, elas precisam pedir transferência para uma seção especial até 23 de agosto.

Agência Brasil

Entenda como será a campanha de vacinação contra o sarampo e a pólio

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo começa na próxima segunda-feira (6). A meta é imunizar mais de 11 milhões de crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos, público mais suscetível a complicações de ambas as doenças. O Dia D de mobilização está previsto para 18 de agosto, um sábado, quando cerca de 36 mil postos de saúde em todo o país estarão abertos.

Este ano, a vacinação será feita de forma indiscriminada, ou seja, todas as crianças dentro da faixa-etária estabelecida serão imunizadas – mesmo as que já estão com o esquema vacinal completo. Neste caso, a criança vai receber um outro reforço. A campanha ocorre em meio a pelo menos dois surtos de sarampo no Brasil, em Roraima e no Amazonas. No caso da pólio, 312 municípios registram baixas taxas de cobertura vacinal contra a doença.

Veja a seguir algumas das principais perguntas e respostas relacionadas à campanha, com base em informações divulgadas pelo Ministério da Saúde:

Quando e onde ocorre a campanha?

Entre 6 e 31 de agosto, com o Dia D agendado para 18 de agosto, em postos de saúde de todo o país.

Qual o foco da campanha?

Crianças com idade entre 1 ano e 5 anos incompletos (4 anos e 11 meses).

Crianças que já foram vacinadas anteriormente devem ser levadas aos postos?

Sim. Todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem comparecer aos postos. Quem estiver com o esquema vacinal incompleto receberá as doses necessárias para atualização e quem estiver com o esquema vacinal completo receberá outro reforço.

Qual a vacina usada contra a pólio?

Crianças que nunca foram imunizadas contra a pólio vão receber a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), na forma injetável. Crianças que já receberam uma ou mais doses contra a pólio vão receber a Vacina Oral Poliomielite (VOP), na forma de gotinha.

Qual a vacina usada contra o sarampo?

A vacina contra o sarampo usada na campanha é a Tríplice Viral, que protege também contra a rubéola e a caxumba. Todas as crianças na faixa etária estabelecida vão receber uma dose da Tríplice Viral, independentemente de sua situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Adultos participam da campanha?

Não. A campanha tem como foco crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos.

Mesmo não sendo foco da campanha, adultos precisam de alguma das duas doses?

Sim. Conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação, adultos com até 29 anos que não tiverem completado o esquema na infância devem receber duas doses da Tríplice Viral e adultos com idade entre 30 e 49 anos devem receber uma dose da Tríplice Viral. O adulto que não souber sua situação vacinal deve procurar o posto de saúde mais próximo para tomar as doses previstas para sua faixa etária.

Agência Brasil

Maranhão registra mais de 600 casos de malária em 2018

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES), de janeiro até julho deste ano já foram confirmados 638 casos de malária no Maranhão. O estado já tinha conseguido reduzir 98% dos casos no passado, mas agora especialistas alertam para o risco da doença voltar.

“Em uma fase de eliminação nós esperamos que a doença vá diminuindo até chegar a eliminação. Mas em 2017 a malária aumentou e a tendência em 2018 é aumentar também”, afirmou o Dr. Antonio Rafael da Silva, membro do Comitê Nacional de Combate a Malária.

No ano passado, mais de 193 mil casos da doença foram notificados no Brasil, sendo 958 no Maranhão. O Dr. Antonio Rafael diz que é preciso reforçar a vigilância porque a maioria dos casos vieram de fora do estado.

“Se você não tiver um sistema vigilante para receber as pessoas de fora e fazer um diagnóstico para não disseminar, há problemas. A gente tem detectado que vários lugares no interior do Maranhão a malária era intensa, mas se desmobilizou”, afirmou.

A malária

O mosquito Anopheles parece um pernilongo e pode transmitir a malária durante uma picada se tiver infectado pelo parasita da doença. Dentro do ser humano, o parasita vai primeiro para o fígado, se multiplica ao ponto das células se romperem e os parasitas invadirem a corrente sanguínea. Depois surgem os sintomas da infecção, que parecem com os da gripe.

  • Febre
  • Calafrio
  • Dor nas articulações
  • Dor de cabeça
  • Vômito
  • Convulsão

G1 Maranhão

Eleições 2018: Maranhão tem 4 milhões 537 mil e 237 eleitores aptos a votar

A maioria dos 4 milhões 537 mil e 237 eleitores maranhenses aptos a votar nas eleições 2018 estão na faixa etária dos 30 a 34 anos (12,10%) com grau de escolaridade de ensino fundamental incompleto (24,03%). Em 2014, o número era de 4.497.869, o que representa aumento de 39.368. A capital do estado, São Luís, registra 692.497, e Imperatriz, segundo maior colégio eleitoral do Maranhão, possui 153.782.

Com relação à biometria, 3 milhões 380 mil 833 eleitores (74, 51%) este ano serão identificados biometricamente pela urna em 92 municípios. O dado mostra que o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão superou a meta estabelecida que era de 70%. Com o processo de votação eletrônica, a Justiça Eleitoral garante precisão e segurança para a identificação do eleitor.

Em 2018, pela primeira vez, eleitores transexuais e travestis puderam ter o nome social impresso no título de eleitor e no caderno de votação. No estado, 107 pessoas fizeram a escolha.

Estes dados, como evolução do eleitorado, sexo, eleitores com deficiência, entre outros, podem ser consultados na estatística de eleitorado liberada pelo Tribunal Superior Eleitoral nesta quarta-feira, 1º de agosto, e que foi divulgado pelo desembargador Ricardo Duailibe, presidente do TRE-MA, no evento Diálogo com a Imprensa.

Blog do Luis Cardoso