Secretaria de Saúde de Nova Olinda do MA mantém orientações contra o COVID 19

A Secretaria de Saúde de Nova Olinda do Maranhão, encerrou nesta terça-feira (31), o 5°  dia de blitz de orientações contra o COVID 19.

Com apoio da Policia Militar, Guarda Municipal, a equipe da secretaria de saúde e vigilância sanitária, realizaram por cinco dias as blitzes de orientações na entrada da cidade de Nova Olinda do Maranhão.

O trabalho continua com as visitas e orientações aos novaolindenses que chegaram de outras cidades ou outros estados.

“O trabalho de orientação permanecerá 24 horas por dia, pois estamos realizando as visitas e orientações para as pessoas que chegaram de outras cidades e estados. A população está colaborando muito com nossa equipe”. Destacou a secretária de saúde Cristina Coelho.

SUSPENSÃO DAS ATIVIDADES NÃO ESSENCIAIS

A Prefeitura de Nova Olinda do Maranhão no uso das atribuições legais emitiu nesta terça-feira(31) um decreto municipal que prorroga até o dia 3 de Abril a suspensão de serviços públicos e atividades privadas consideradas não essenciais assim resguardando a saúde dos cidadãos novaolindenses contra  o novo coronavírus (COVID-19).

Segue abaixo o decreto municipal  N.º 006:

Sargento da PM é baleado em tentativa de roubo no Maiobão

Os suspeitos usaram uma moto roubada e fugiram após o sargento revidar com 6 tiros

Na noite dessa terça-feira (31) um Sargento da Polícia Militar foi vítima de tentativa de assalto na avenida 7, no bairro do Maiobão. Segundo a polícia, o Sargento, identificado como Airton, foi atingido com um tiro.

Segundo informações policiais, ele foi atingindo com um tiro no braço e foi encaminhado para o hospital por militares da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (ROTAM). O estado de saúde dele é estável.

Ainda segundo a polícia, dois homens chegaram numa moto para assaltar o Sargento e atiraram duas vezes, o PM revidou com 6 tiros e os suspeitos fugiram deixando a moto no local.

Segundo os registros, a moto é roubada e os policiais ainda estão realizando as buscas em áreas próximas, mas sem nenhuma apreensão.

 

Maranhão chega a 52 casos confirmados e 6 casos confirmados recebem alta da quarentena

Atualmente, seis casos confirmados receberam alta da quarentena, os pacientes passaram 14 dias em isolamento e seguem assintomáticos

Através de sua conta no Twitter, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, anunciou na noite desta terça-feira (31) que o Maranhão descartou mais 456 casos suspeitos do novo coronavírus, e confirmou mais 21 casos. Com isso sobe para 52 o número de casos confirmados por laboratório. Entre hospitais privados e públicos

Dos novos casos, um paciente encontra-se em estado grave em unidade hospitalar na rede privada. Os demais com recomendação de isolamento domiciliar.

Entre os 31 casos já divulgados, três estão assistidos por hospital da rede privada e dois na rede pública, 19 permanecem em isolamento domiciliar monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) e um caso foi a óbito.

Atualmente, seis casos confirmados receberam alta da quarentena. Segundo orienta o Ministério da Saúde, os pacientes atendem ao critério por terem passado 14 dias em isolamento domiciliar, a contar da data de início dos sintomas, e seguem assintomáticos.

O Imparcial

Ministro do STF proíbe campanhas contra isolamento da covid-19

Resultado não seria favorável à proteção da população, diz Barroso

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso decidiu hoje (31) proibir a produção e circulação de campanhas publicitárias que sugiram que a população deva retornar às atividades plenas durante o período de isolamento social por causa do novo coronavírus (covid-19).

Pela decisão do ministro, o vídeo “O Brasil Não Pode Parar”, deverá ser retirado de páginas na internet e das redes sociais. O vídeo que circula nas redes sociais é atribuído à Secretaria de Comunicação da Presidência da República, que afirma não ter aprovado a campanha. Em nota divulgada pela Secom no dia 27, a secretaria afirmou que o vídeo foi produzido em caráter experimental, “portanto, a custo zero e sem avaliação e aprovação da Secom”.

 “A peça seria proposta inicial para possível uso nas redes sociais, que teria que passar pelo crivo do Governo. Não chegou a ser aprovada e tampouco veiculada em qualquer canal oficial do Governo Federal”, acrescenta o comunicado.

Na decisão, o ministro atendeu a um pedido liminar protocolado pela Rede Sustentabilidade. Segundo Barroso, as orientações da área de saúde devem ser seguidas e a “supressão das medidas de distanciamento social, como informa a ciência, não produzirá resultado favorável à proteção da vida e da saúde da população”

“Defiro a cautelar para vedar a produção e circulação, por qualquer meio, de qualquer campanha que pregue que “O Brasil Não Pode Parar” ou que sugira que a população deve retornar às suas atividades plenas, ou, ainda, que expresse que a pandemia constitui evento de diminuta gravidade para a saúde e a vida da população. Determino, ainda, a sustação da contratação de qualquer campanha publicitária destinada ao mesmo fim. “

Na decisão, Barroso também determinou que as empresas Google, Instagram, Twitter, Facebook, Telegram e Whatsapp sejam informadas da decisão.

Agência Brasil.

Em Arame, líder indígena Zezinho Guajajara é encontrado morto

A informação foi confirmada na tarde desta terça-feira (31), pela Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular

Na estrada da Matinha, próximo à aldeia Zutiua, no município de Arame, foi encontrado morto Zezico Rodrigues Guajajara, líder da Terra Indígena Araribóia e diretor do Centro de Educação Escolar Indígena Azuru. A informação foi confirmada na tarde desta terça-feira (31), pela Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP).

Em nota, a SEDIHPOP afirmou que já acionou, através da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), a Força Tarefa de Proteção a Vida Indígena, a FT-Vida. As equipes da SSP já estão no local para os levantamentos do crime de execução da liderança indígena.

De acordo com a secretaria, o corpo do líder indígena foi encontrado morto a tiros. Também foi informado que o crime pode estar ligado a duas hipóteses, uma delas é de que a liderança teria sido vítima de madeireiros, pois ele estava sendo ameaçado por eles e evitava andar pela região. A outra hipótese é de que a área vive em conflitos internos e isso, na opinião de Francisco Gonçalves, pode provocar novas mortes.

Em seu Twitter, o governador Flávio Dino lamentou a morte do líder indígena e informou que o estado está à disposição para ajudar na segurança dos índios.

O Imparcial

Maranhão já tem 31 casos de Covid-19.

Blog do Gilberto Lêda

Nova atualização da Secretaria de Estado da Saúde (SES) aponta que no Maranhão já são 31 os casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus.

Mais oito firam adicionados à lista de monitoramento da pasta nesta segunda-feira (30).

O caso do homem que teve morte informada ontem (29), segundo a SES, é contabilizado entre os 31 confirmados.

O Blog do Gilberto Léda apurou que um dos casos confirmados é de um funcionário público do Estado, que está entubado no Hospital do Servidor/HSLZ.

 

Faltam cinco dias para terminar o prazo de filiação partidária

Apesar de ser crescente o debate sobre o adiamento das eleições 2020, por conta da pandemia do novo coronavírus, como a Justiça Eleitoral e nem o Congresso Nacional se posicionaram sobre o assunto, os prazos para o pleito deste ano seguem correndo.

Sendo assim, faltam cinco dias para o término da filiação partidária ou troca de legendas. Ou seja, quem quiser disputar o pleito deste ano precisa estar filiado até o próximo dia 04 de abril, já que o Tribunal Superior Eleitoral manteve a data.

Muitos pré-candidatos, em todo o Maranhão, devem acelerar a definição e até o dia 04 de abril se filiarem ou trocarem de legenda, para assim estarem aptos para a disputa de 2020.

Na capital maranhense, ao que parece, todos os pré-candidatos à Prefeitura de São Luís já estão filiados nos partidos que pretendem mesmo disputar as eleições. Com isso, a corrida pela filiação e/ou troca de partidos deve ser apenas dos pré-candidatos a vereador.

É aguardar e conferir.

Por Jorge Aragão

Ministério Público se mobiliza para punir autores de fake news no Maranhão

Por Jonh Cutrim (Blog do Jonh Cutrim).

O Governo do Maranhão e outros poderes públicos do Estado estão unidos para identificar e pedir a punição de autores de fake news sobre o coronavírus. Diversas notícias falsas vêm sendo espalhadas nas redes sociais, o que dificulta ainda mais a prevenção e o combate à doença.

Uma das mais recentes ações contra as fake news é do Ministério Público do Maranhão. O procurador-geral de Justiça do Ministério Público e o Centro de Apoio Operacional Criminal lançaram uma nota técnica para orientar a atuação de seus integrantes na área criminal.

“A profusão do uso das redes sociais e outros meios de comunicação para a prática de crimes, tais como, a divulgação de notícias ou fatos inverídicos, a incitação ao crime e outras práticas ilícitas impõem vigilância e providências por parte do Ministério Público”, diz o documento.

A nota técnica mostra que os autores de fake news podem ser processados diversos crimes (por exemplo, calúnia, difamação ou injúria, com pena de detenção, entre outras punições).

O Ministério Público deixa claro que se a notícia falsa tiver o objetivo de provocar falso alarme ou pânico acerca do coronavírus, o autor está sujeito à pena de prisão.

Além disso, são elencados outros tipos de crimes, como o caso em que a fake news tiver link com código malicioso para roubar dados do usuário.

“Em qualquer dos casos acima referidos, além das consequências descritas, no âmbito penal, outras providências poderão ser adotadas contra os autores das condutas indicadas, com a exclusão da notícia e reparação de eventuais danos materiais e morais”, afirma a nota técnica.

O Ministério Público do Estado do Maranhão acrescenta que “nesse grave momento por que passa a sociedade brasileira, reafirma sua missão institucional de guardião da ordem jurídica e de fiscal do efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados na Constituição Federal, dentre os quais o direito à saúde e à vida”.

Governo incluirá 14 milhões de família a partir de abril no Bolsa Família

O programa Bolsa Família será disponibilizado para mais de 14 milhões de famílias a partir de abril, anunciou o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, nesta segunda-feira (30/3).

“Por ordem do presidente Jair Bolsonaro foi feita transferência de recursos para permitir a inserção neste mês de março, com o pagamento em abril, de 1.220 milhão de novas famílias no programa, elevando a cobertura para 14.290 milhões de famílias. Do ponto de vista das taxas de cobertura, com esse novo anúncio, a taxa de cobertura do nordeste cobertura chega a 111,90%”, disse Onyx, acrescentando que “essa é a primeira vez na história que chegamos ao número de 14.290 milhões de famílias no programa”.

Além disso, ele garantiu que, nos próximos quatro meses, nenhum beneficiário será excluído do programa, visto o avanço do novo coronavírus pelo país, que já infectou 4.579 pessoas e causou 159 mortes.

“O Ministério da Cidadania, nesta última semana, editou várias portarias para dar tranquilidade a todas aquelas pessoas que estão sob a cobertura dos programas sociais do governo federal. Ampliamos para 120 dias, tanto para o Benefício de Prestação Continuada quanto para o programa Bolsa Família, e não haverá nenhuma família ou pessoa que será retirada de nenhum dos dois programas”, garantiu Onyx.

AGÊNCIA BRASIL/CORREIO BRAZILIENSE

Forças Armadas ampliam produção de álcool em gel e cloroquina

Laboratórios atuam em parceria com Ministério da Saúde

O Ministério da Defesa anunciou que os laboratórios químicos das Forças Armadas aumentaram a produção de álcool em gel e de cloroquina.

A produção em caráter emergencial acontece de forma conjunta no Laboratório Farmacêutico da Marinha (LFM), no Laboratório Químico Farmacêutico do Exército (LQFEx) e no Laboratório Químico Farmacêutico da Força Aérea (LAQFA), todos localizados no Rio de Janeiro.

“Temos 10 mil bisnagas de álcool gel em embalagens de 85ml em estoque. A ideia é produzir 180 mil bisnagas”, declarou a coronel médica do Exército Carla Clausi, subdiretora de Saúde Operacional do Exército.

Cloroquina

Além da produção de álcool em gel, os três laboratórios estão unindo forças para ampliar a produção de cloroquina, medicamento recentemente autorizado pelo Ministério da Saúde para ser utilizado no tratamento de pacientes acometidos por coronavírus em estado grave.

O Ministério da Saúde, alerta que o uso da Cloroquina está sendo feito com aval da ANVISA em pacientes graves. O medicamento não pode ser consumido como prevenção.

Agência Brasil