Polícia Federal realizada operação contra fraude no saque de precatórios no Maranhão

A Polícia Federal realizou a “Operação Eleazar” na manhã desta quarta-feira (12), tendo como objetivo a desarticulação de uma organização criminosa que estava realizando saques fraudulentos de precatórios, cumprindo 12 mandados, sendo eles divididos em, prisão, busca e apreensão, afastamento de função e bloqueio de contas bancárias. A operação foi realizada nos municípios de Zé Doca, Nova Olinda do Maranhão e São Luís.

De acordo com informações fornecidas pela PF, a operação teve início após um saque ser realizado na cidade de Capivara de Baixo, em Santa Catarina, sendo assim obtida as informações sobre fraudes similares em diversas agências do banco.

Os suspeitos se aproximavam de advogados através de um aplicativo de mensagens, assim eles conseguiam fazer o levantamento dos precatórios utilizando documentos falsos, que eram feitos principalmente em cartórios do Maranhão e Piauí. Para não levantar suspeitas, após o saque, os suspeitos realizavam várias movimentações bancárias para conta de terceiros.

Os suspeitos poderão ser indiciados por organização criminosa, estelionato, violação de sigilo funcional e lavagem de dinheiro.

O Imparcial.

Maranhão é o 8º maior produtor de mel do Brasil

Uma pesquisa do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) fez uma análise sobre a pecuária municipal no Maranhão entre os anos de 1998 e 2018.

A Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) reuniu informações sobre os rebanhos, criação de algumas espécies da aquicultura e a geração de produtos de origem animal, como mel.

O que chamou a atenção foi o crescimento da produção de mel apresentou o maior crescimento médio: 24,5% ano ano, levando a produção de 28.465 kg em 1998 para 2.261.672 kg em 2018.

Com base nesse resultado, o Maranhão ganhou 10 posições no ranking dos maiores produtores de mel do Brasil, saindo da 18ª colocação, em 1998, para a 8ª, em 2018.

No Nordeste

Na região Nordeste, o estado ganhou três posições. Em 1998, estava na 6ª colocação. Na pesquisa realizada em 2018, o Maranhão subiu para a 3ª colocação sendo que a cidade que mais produz mel é Santa Luzia do Paruá. Em termos nacionais, ela ocupa a sétima colocação no Brasil.

Ao levar em consideração a produção regional, o Maranhão ocupa a 3ª colocação entre os estados do Nordeste, em 1998 ocupava a 6ª posição. A maior produção do estado está localizada em Santa Luzia do Paruá, 7º município com maior produção do Brasil.

Outro produto de origem animal também teve destaque. O leite se apresentou como o produto mais representativo do Maranhão, em termos de valor. O município de Açailândia detém a maior produção, com 39.637 mil litros ao ano.

I.B.G.E oferece 208 mil vagas em seletivo

No concurso IBGE, a aplicação das provas objetivas deve ocorrer em 26 estados e no Distrito Federal. Para recenseador serão 5.569 cidades e para agentes, 4.612 municípios

A publicação dos editais do próximo concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para contratações em caráter temporário está prevista para ocorrer já no próximo dia 18, ou seja, próxima terça-feira. A oferta de vagas é de 208.695 oportunidades.

As opções serão para cargos com exigências de nível fundamental e nível médio, com iniciais de até R$ 4.000.

Dos dois novos editais, o primeiro será para a carreira de recenseador, que conta com 196.000 vagas autorizadas.

Porém, de acordo com as últimas informações, o total foi alterado para 180.557. Neste caso, para concorrer é necessário possuir apenas ensino fundamental, com inicial variável por produção, com média de R$ 1.278,94

Já o segundo edital deverá ser destinado para as carreiras de agente censitário municipal e agente censitário supervisor, respectivamente, 6.100 e 23.578 postos autorizados. Porém, agora foi confirmado que para agente censitário municipal serão 5.462 e para agente censitário supervisor, 22.676

Para agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.100. Para agente censitário supervisor, ensino médio e R$ 1.700.

Vale lembrar que o IBGE já divulgou três editais para contratações temporárias, nos quais já foram oferecidas 25 para agente censitário supervisor e 4 para agente censitário municipal.

Como serão as provas?

No concurso IBGE, a aplicação das provas objetivas deve ocorrer em 26 estados e no Distrito Federal. Para recenseador serão 5.569 cidades e para agentes, 4.612 municípios. Para os recenseadores a prova contará com 50 questões, sendo 10 de língua portuguesa, 5 de ética no serviço público, 10 de matemática e 25 de conhecimentos técnicos. Para agentes, 10 de língua portuguesa, 10 de raciocínio lógico quantitativo, 5 de ética no serviço público, 15 de noções de administração/ situações gerenciais e 20 de conhecimentos técnicos.

No concurso IBGE para temporários, o cargo de destaque dos censos sempre é de recenseador, que no último concurso IBGE contemplou 191.972 vagas e exigiu apenas nível fundamental completo.

Os ganhos oferecidos para a função variam de acordo com o número de informações coletadas. As demais funções necessárias para as pesquisas são as seguintes: agente regional, agente administrativo, agente municipal, agente de informática e agente supervisor.

O Censo compreendeu um levantamento minucioso de todos os domicílios do país. Nos meses de coleta de dados e supervisão, os recenseadores visitam milhões de domicílios nos 5.565 municípios brasileiros para colher informações sobre quem somos, quanto somos, onde estamos e como vivemos.

Números

  • Vagas: 208.695
  • Taxa de inscrição: Não definido
  • Cargos: Recenseador, Agente Censitário Municipal, Agente Censitário Supervisor
  • Áreas de Atuação: Administrativa, Operacional
  • Escolaridade: Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior
  • Faixa de salário: De R$ 1.278 Até R$ 2.100
  • Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO.

O Imparcial

Definida a programação oficial do Carnaval 2020 em Nova Olinda do Maranhão.

A Prefeitura Municipal de Nova Olinda do Maranhão, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, definiu a programação do circuito oficial do Carnaval de 2020.

O Carnaval de Nova Olinda do Maranhão que é tradição na Região do Alto Turi, terá uma programação oficial de quatro dias, de 22 a 25 de fevereiro. O corredor da folia será a praça de Eventos Narcisa Brito Lima.

Além do circuito oficial, haverá as concentrações dos Blocos de Carnaval da cidade.

“Faremos o nosso carnaval em mais um ano, onde se gera renda para o município, pousadas, hotéis, restaurantes, vendedores ambulantes e o comércio em geral, aumentam suas vendas nesse período”, frisou a gestora Iracy Weba.

A Secretaria de Cultura e Turismo já começou os preparativos para a realização da festa de momo durante os quatro dias.

A expectativa é que Nova Olinda do Maranhão receba novamente um grande número de visitantes de outras cidades e estados.

Atrações confirmadas (confira)

Brasileiros resgatados na China chegam à Base Aérea de Anápolis (GO)

Os 34 brasileiros resgatados na China chegaram à Base Aérea de Anápolis, em Goiás, na manhã deste domingo (9). Eles vieram em dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) enviados ao país asiático na última quarta-feira (5). As aeronaves pousaram às 6h05 e 6h12 vindas de Fortaleza, última escala técnica no trajeto da chamada Operação Regresso.

O resgate foi feito na cidade chinesa de Wuhan, epicentro do surto mundial do coronavírus. As aeronaves também trouxeram quatro poloneses e um chinês que desembarcaram em Varsóvia, na Polônia, um dos locais de escala para abastecimento.

Os repatriados vão permanecer em quarentena por 18 dias, no hotel de trânsito da Base Aérea de Anápolis, que foi especialmente preparado para essa operação. A tripulação –médicos, pilotos, enfermeiros, etc… – que participou do resgate também vai cumprir período de quarentena.

Todos ficarão em apartamentos individuais ou, no caso dos que são pais ou mães de crianças menores, poderão ficar no mesmo quarto. O grupo inclui crianças de 2 e 3 anos e outras de 7 a 12 anos. As visitas estão proibidas.

Os dois aviões da FAB com os resgatados a bordo decolaram de Wuhan, na China,  no início da noite de sexta-feira (7). No trajeto para o Brasil, as aeronaves pararam para reabastecimento em Ürumqi (China), Varsóvia (Polônia), Las Palmas (Espanha), e em Fortaleza, já em território brasileiro.

O Imparcial

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 105 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2.232 da Mega-Sena sorteadas ontem (8), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. O prêmio para o próximo sorteio, que ocorrerá na quarta-feira (12), está estimado em R$ 105 milhões.

Os números sorteados foram 07 – 08 – 31 – 34 – 38 – 47.

A quina teve 111 ganhadores que vão receber, cada um, R$ 54.265,87. Acertaram quatro números 8.685 apostadores, que receberão o prêmio individual de R$ 990,79.

As apostas para o próximo concurso da Mega-Sena (2.233) podem ser feitas até as 19h de quarta-feira (12). Um jogo simples, de seis números, custa R$ 4,50.

Agência Brasil

Maranhão teve redução de 56 mil famílias no programa ‘Bolsa Família’ em 2019

Dentre outras justificativas, o governo alega que cancelamentos estão relacionados a descumprimento de condicionalidades e superação das condições necessárias para a manutenção dos benefícios.

O Maranhão teve redução de 56.607 famílias beneficiadas pelo programa ‘Bolsa Família’ de janeiro a novembro de 2019, segundo levantamento do G1 Maranhão com dados do Governo Federal. Essa é a maior queda dos últimos cinco anos.

No final de 2018, o Maranhão tinha 970.472 famílias beneficiadas pelo programa, enquanto em novembro de 2019 esse número caiu para 927.773. Em média, o valor repassado por família é de R$ 216,92 no estado.

Levando em consideração os últimos cinco anos, o Maranhão teve uma redução de quase 70 mil famílias no Bolsa Família.

Em relação aos valores repassados aos beneficiários do programa, houve redução de R$ 219 milhões durante 2019. Ao todo, segundo dados do Governo Federal, o valor anual repassado em 2018 foi de R$ 2.493.688.352, enquanto em novembro de 2019 o valor acumulado no ano era de R$ 2.274.263.801.

Sem citar os números do Maranhão, a Secretaria Especial do Desenvolvimento Social, do Governo Federal, informou em nota que o programa apresentou, em 2019, uma média nacional de 494.229 famílias inscritas no Cadastro Único e habilitadas para entrar no Programa. A Secretaria diz ainda que reduziu a fila de espera para conseguir o benefício.

“Importante ressaltar que o Bolsa Família apresentou, durante todo o governo do PT, fila de espera para entrada no programa. Em 2017, se iniciou o processo de zerar a fila, garantido a entrada de famílias em até 45 dias após a inclusão e análise dos dados inseridos no Cadastro Único. Nos últimos meses, houve redução no número de inclusões de famílias, o que deve ser normalizado com a conclusão dos estudos de reformulação do Bolsa Família. O número de beneficiários a cada mês flutua mensalmente em virtude dos processos de inclusão, exclusão e manutenção de famílias. Os cancelamentos estão relacionados aos procedimentos de averiguação e revisão cadastrais, fiscalização, desligamentos voluntários, descumprimento de condicionalidades, e superação das condições necessárias para a manutenção dos benefícios. As concessões dependem do quantitativo de famílias habilitadas para o Programa e estratégias de gestão da folha”, diz a nota da Secretaria.

G1 Maranhão

Campanha de vacinação contra o sarampo começa segunda-feira (10)

A partir de segunda-feira (10) começam as ações da campanha de vacinação contra o sarampo 2020. A proposta é intensificar a mobilização e conscientização sobre os riscos da doença e a importância da imunização, que é oferecida constantemente pela rede municipal de saúde, de forma gratuita.

A campanha, que segue orientações do Ministério da Saúde, acontecerá em duas etapas, sendo a primeira entre o período de 10 de fevereiro a 03 de março, com público-alvo de vacinação as pessoas na faixa etária de 5 a 19 anos de idade, com dia D de mobilização nacional em 15 de fevereiro. A  segunda etapa, de 3 a 31 de agosto, para o público de 30 a 59 anos de idade, com dia D de mobilização nacional em 22 de agosto.

O público-alvo deve comparecer às salas de vacina levando a caderneta de vacinação para que seja avaliada e o esquema vacinal atualizado. A primeira etapa tem o objetivo de resgatar pessoas de 5 a 19 anos de idade não vacinadas ou com esquema de vacinação incompleto para o sarampo e será realizada de forma seletiva, de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação, a partir da avaliação do cartão ou caderneta de vacinação deste público.

Todas as salas de vacinação e profissionais que atuam nessa área estarão voltados para atender à demanda da campanha. Além dos esforços municipais, o sucesso da ação depende do envolvimento e da participação de todos que integram a faixa etária da campanha.

Sobre a doença

O sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. A transmissão do vírus ocorre de pessoa a pessoa, por via aérea, ao tossir, espirrar, falar ou respirar. O sarampo é tão contagioso que uma pessoa infectada pode transmitir para 90% das pessoas próximas que não estejam imunes. A transmissão pode ocorrer entre quatro dias antes e quatro dias após o aparecimento das manchas vermelhas pelo corpo. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina.

“Fato ou Boato?” TSE alerta eleitorado sobre desinformação nas eleições de 2020.

Pintou alguma dúvida sobre informação divulgada nas redes acerca do processo eleitoral? Acesse a página disponível no Portal da Justiça Eleitoral

Com o objetivo de reunir, em um só espaço, todos os conteúdos produzidos para rebater informações falsas sobre a Justiça Eleitoral e as eleições, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou a página “Fato ou Boato?”, com foco nas Eleições Municipais de 2020. O site é uma atualização da antiga página “Esclarecimentos sobre Notícias Falsas”, criada no pleito do ano passado.

Além de ter mais recursos que a antiga página, o espaço – disponível no Portal da Justiça Eleitoral – conta também com materiais produzidos pelas instituições parceiras do TSE que aderiram ao Programa de Enfrentamento à Desinformação com Foco nas Eleições 2020.

Por isso, se apareceu uma dúvida sobre informação ou notícia divulgada nas redes acerca do processo eleitoral, acesse o endereço www.justicaeleitoral.jus.br/fato-ou-boato ou, no Portal do TSE, no centro da página inicial, clique no bannerFato ou Boato?”.

Confira a página “Fato ou Boato?”.

 

Morre professor que teria bebido suco envenenado em escola

Odailton Charles de Albuquerque Silva, de 50 anos, morreu após dar entrada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) em estado gravíssimo na última quinta-feira (30). Ele é professor da rede pública de ensino e teria sido envenenado dentro do Centro de Ensino Fundamental 410 Norte.

A família confirmou a morte de Odailton na tarde desta terça-feira (04). O caso do suposto envenenamento é investigado pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Odailton tomou um suco de uva enquanto participava de uma reunião na escola onde foi diretor por seis anos. Poucos minutos depois, começou a passar mal. Durante a crise, enviou áudios angustiantes a familiares e colegas, pedindo socorro e detalhando seu estado de saúde.

O docente chegou a dizer nas gravações de WhatsApp que desconfiava de alguma substância estranha em sua bebida. “Alguém me ajuda, alguém me ajuda. Eu cheguei aqui, tomei um suco e acho que colocaram laxante, estou com muita diarreia”, disse o educador.

À medida em que os áudios eram enviados, a situação piorava, o que ficou perceptível devido ao tom de voz e pela dificuldade de respiração do professor.

Uma servidora que estava com o docente em reunião e presenciou o episódio telefonou para a esposa de Odailton e informou que ele estava passando mal. A mulher do professor sugeriu que o marido fosse levado ao hospital. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conduziu o ex-diretor ao Hran.

O caso foi tipificado como tentativa de homicídio e está sob investigação da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte). Laudo preliminar com material biológico da vítima constatou que o educador teria sofrido intoxicação, provavelmente por algum organofosforado, substância presente em inseticidas e agrotóxicos.

Diante da situação, a família decidiu registrar a ocorrência com base no conteúdo dos áudios, que podem apontar o cometimento de um crime.