Acordo entre deputados muda cálculo para aposentadoria de mulheres

0

Os deputados que analisam o texto da reforma da Previdência nesta 3ª feira (9.jul.2019) chegaram a 1 acordo para abrandar a proposta em 2 pontos levantados pela bancada feminina da Câmara dos Deputados.

O impasse chegou a atrasar a votação da reforma, prevista para esta 3ª.

O 1º é que a regra de cálculo para aposentadoria passe a considerar a idade mínima de 15 anos para mulheres e não 20, como previsto no texto do relator Samuel Moreira (PSDB-SP).

A idade foi diminuída pelo relator, mas, na regra, ainda era preciso alcançar 20 anos de contribuição para obter 60% do valor do benefício. Ou seja, se uma mulher contribuísse 15 ou 19 anos, receberia apenas a porcentagem mínima.

O 2º ponto acordado foi a retirada da palavra “licença” da expressão “proteção à licença-maternidade” que, segundo a bancada, limitaria o benefício em caso de adoção.

O impacto previsto pelo governo com as mudanças é de R$ 20 bilhões em 10 anos. A economia prevista com a reforma, de forma geral, era de R$ 1 trilhão.

Poder 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.